Prêmio CNA Agro Brasil 2019 é entregue para destaques em quatro categorias

A Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil homenageou profissionais, personalidades e empresas que contribuíram para a agropecuária brasileira e para o país com a entrega do Prêmio CNA Agro Brasil em uma cerimônia na noite de terça (17), na sede da CNA

Marina Willisch, Eliseu Alves, Tereza Cristina, Rodrigo Maia, João Martins, Alceu Moreira e Ricardo Salles na entrega do Prêmio
Os vencedores da 4ª edição do evento receberam o troféu pelos serviços prestados ao agro em quatro categorias: Destaque do Ano, Política, Pesquisa e Desenvolvimento e Comunicação.

A solenidade teve a presença da ministra da Agricultura, Tereza Cristina, do ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, além de outros representantes do governo, parlamentares, presidentes de Federações de agricultura e pecuária, superintendentes estaduais do Senar e lideranças de entidades do agro.

Presidentes de Federações e autoridades participaram do evento

O presidente da CNA, João Martins, afirmou que a iniciativa é uma forma de reconhecer quem fez diferença em suas áreas de atuação na defesa e na divulgação do setor agropecuário em todo o País.

“É um reconhecimento àquelas pessoas que ajudaram esse País a ir pra frente. É uma uma escolha feita pelo Brasil todo, porque todos os 27 presidentes de Federações votam”, disse João Martins.

Eleito na categoria Destaque do Ano, o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM/RJ), foi premiado pela atuação e empenho para a aprovação das reformas estruturais que buscam o crescimento do setor produtivo.

“Ao longo dos anos fui conhecendo a importância do setor e ajudando como deputado, presidente da Câmara e líder do meu partido, sabendo que o papel do agronegócio é decisivo para o futuro do nosso País e do mundo”, afirmou Rodrigo Maia.

João Martins, Rodrigo Maia e Tereza Cristina

Homenageado na categoria Política, o presidente da Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA), deputado federal Alceu Moreira (MDB/RS), lembrou que o agro brasileiro passa por um período de grande evolução e destacou a articulação política entre a FPA e o Poder Legislativo.

“Quando uma proposta ligada ao agro vai para o Congresso, ela foi esmiuçada antes nos setores da FPA e isso produz qualidade para um bom debate com a sociedade, o que traz para o setor uma voz política importante. Receber um prêmio como esse certamente é um reconhecimento que nos deixa muito feliz”, declarou.

Alceu Moreira e o vice-presidente da CNA, Roberto Simões

Ciência - O pesquisador Eliseu Alves, que participou da criação da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), recebeu o prêmio na categoria Pesquisa e Desenvolvimento. Ele lembrou a importante parceria que existiu ao longo dos últimos 40 anos entre Embrapa e CNA e afirmou o relevante papel da ciência para o desenvolvimento alcançado pela agropecuária brasileira.

“Eu e a CNA desenvolvemos uma carreira muito próxima uma da outra. Nunca deixamos de nos apoiar. A CNA é uma grande instituição que defende o agro nas coisas onde precisa ter mais atitude e defende o agro também cientificamente. Tem um grupo muito importante da CNA que faz pesquisa e que ajuda a criar conhecimento, que é absolutamente importante para tocar a agricultura pra frente”.

Eliseu Alves recebeu o troféu do vice-presidente da CNA, Mário Borba

Na categoria Comunicação, a General Motors foi homenageada pela campanha publicitária “A Jornada da S10”, que exalta o trabalho realizado pelos produtores rurais para produzir um alimento de qualidade para a população brasileira, em um momento que muitas pessoas reclamam das dificuldades.

“A gente quis enaltecê-los e mostrar toda a tecnologia que está por trás do agronegócio. Do pequeno até o grande produtor há um investimento brutal em tecnologia, conhecimento e o interesse em desenvolver. Isso também está dentro do DNA da GM. Foi um casamento perfeito”, afirmou a vice-presidente da General Motors, Marina Willisch.

Marina Willisch e o vice-presidente da CNA, José Zeferino Pedrozo
Compartilhar

About Paulo Melo

0 comentários:

Postar um comentário