Paraná exporta 15% mais frango no trimestre

Da Redação

Produção recorde de carnes como o frango ajudaram a impulsionar PIB agropecuário




Giuliano Gomes / Gazeta do Povo 

A produção cresce menos, mas as exportações avançam substancialmente e prometem novo estímulo à cadeia da carne de frango do Paraná. É o que mostra balanço do primeiro trimestre de 2015 consolidado pelo setor. 

O volume exportado pelo estado atingiu 327,58 mil toneladas entre janeiro e março, com crescimento de 15% em relação ao primeiro trimestre de 2014, quando haviam sido exportadas 284,71 mil toneladas. A comparação foi divulgada pelo Sindicato das Indústrias de Produtos Avícolas do Paraná (Sindiavipar) com base em números da Secretaria de Comércio Exterior (Secex). O faturamento das exportações cresceu 6,5% e alcançou US$ 530,6 milhões no período. 

Já os abates cresceram menos, conforme o Sindiavipar: foram abatidas 391,62 milhões de aves no primeiro trimestre, alta de apenas 2,4% em relação aos 382,29 milhões registrados no mesmo período do ano passado. Até o final de 2014, a expansão era de 5 a 10%. Para o presidente Sindiavipar, Domingos Martins, esse enfraquecimento está relacionado, entre outros fatores, à greve nacional dos caminhoneiros, deflagrada em fevereiro. 

Fatia 30% da carne de frango exportada pelo Brasil saem do Paraná. Greve dos caminhoneiros reduziu ritmo de expansão dos embarques, que cresceram 2,4% no primeiro trimestre deste ano ante o mesmo período de 2014.
Compartilhar

About Movimento dos Comunicadores do Brasil

0 comentários:

Postar um comentário