PIB agropecuário cresce 14,7% no 1º semestre


Da Redação

A safra recorde de 186,1 milhões de toneladas de grãos e fibras determinou o bom resultado do Produto Interno Bruto (PIB) da agropecuária


A safra recorde de 186,1 milhões de toneladas de grãos e fibras determinou o bom resultado do Produto Interno Bruto (PIB) da agropecuária no primeiro semestre de acordo com a presidente da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), senadora Kátia Abreu. 

No primeiro semestre deste ano, o PIB da agropecuária (riqueza produzida dentro das propriedades rurais) cresceu 14,7% quando comparado com o resultado do mesmo período de 2012, segundo dados divulgados na sexta-feira pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Os resultados espelham o cenário favorável de preços no período de plantio, justificado pelas perdas de safra no Hemisfério Norte no 2º semestre de 2012. 

Também foi positiva para o setor a expansão do crédito, disponibilizado aos produtores rurais por meio do Plano Agrícola e Pecuário (PAP) 2012/2013, permitindo a melhoria do nível tecnológico das lavouras. Aliado a este fator, Kátia Abreu acrescentou o fato de o clima favorável nas principais regiões produtoras ter contribuído para a colheita recorde. 

Para a presidente da CNA, as perspectivas são positivas para o terceiro trimestre do ano, quando o bom desempenho dos últimos meses deve se repetir. A previsão é que se mantenha o ritmo de crescimento em razão do avanço da colheita de importantes culturas. Entre os destaques para os próximos meses estão a cana-de-açúcar, cuja colheita deve crescer 10,31%; o milho segunda safra (+19,57%); o feijão segunda safra (+20,01%); e o trigo (+33,43%). 

Para 2013, a Confederação estima crescimento de cerca de 18% para a agropecuária. Este aumento vai sustentar o bom desempenho do agronegócio, com alta de 4,5% a 5%, recuperando as perdas causadas por problemas climáticos verificadas em 2012. 
Compartilhar

About Sistema Blogger Brasília de Comunicação

0 comentários:

Postar um comentário