Safra deve crescer 16,1% em relação a 2012, aponta IBGE


Da Redação

O IBGE revisou para cima a projeção para a safra brasileira de cereais, leguminosas e oleaginosas




Jos�© Medeiros/Ed. Globo

Junto com milho e arroz, soja responde por 85,9% da área a ser colhida nesta safra 
(Foto: José Medeiros/Ed. Globo) 

O IBGE revisou para cima a projeção para a safra brasileira de cereais, leguminosas e oleaginosas. Os dados referentes ao mês de julho foram divulgados nesta quinta-feira (8/8). A produção deve chegar a 187,9 milhões de toneladas, volume 1,2% maior que o estimado em junho e um crescimento de 16,1% quando comparado com o ano passado.

De acordo com o instituto, 16 dos 26 produtos pesquisados apresentaram crescimento na produção quando a comparação é feita com os dados de 2012. As variações mais significativas são das culturas de soja (23,7%), milho (3,8% na primeira safra e 19,6% na segunda) e cana-de-açúcar (10,3%). De outro lado, foi apontada queda na produção de algodão, laranja é mandioca. 

Em relação à área, a estimativa apontou crescimento de 8,2% em relação à de 2012, totalizando 52,8 milhões de hectares. Arroz, milho e soja respondem por 85,9% desse total. No caso do arroz, a área neste ano foi reduzida em 0,6%. Já a cultivada com soja cresceu 11,2% e a de milho teve um acréscimo de 7,2%. 

O Centro-oeste lidera a produção nacional, conforme os dados do IBGE, com 77,7 milhões de toneladas, alta de 9,8% em relação a 2012. Depois vem o Sul, com 73,7 milhões (+33,5%); Sudeste, 19,6 milhões (+2%); Nordeste, 12,3 milhões (+3,3%) e Norte, 4,6 milhões de toneladas (-3,1%).
Compartilhar

About Sistema Blogger Brasília de Comunicação

0 comentários:

Postar um comentário