Eventos agropecuários movimentam mais de R$ 15,8 mi no primeiro semestre em SC

Assessoria de comunicação do Sistema FAESC/SENAR

Segundo presidente da FAESC, desempenho superou expectativas






Os eventos agropecuários catarinenses promovidos pelos Sindicatos Rurais vinculados à Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Santa Catarina (FAESC) geraram, no primeiro semestre deste ano, mais de R$ 15,8 milhões em negócios com a comercialização de terneiros, terneiras, bois, vacas, novilhas e reprodutores. “O desempenho foi excelente e superou as expectativas, ultrapassando o registrado no mesmo período do ano passado de R$ 12,4 milhões. Neste período o destaque foi o valor médio do quilograma do animal vivo”, observou o presidente da Faesc, José Zeferino Pedrozo.

De acordo com levantamento da Federação, neste primeiro semestre foram comercializados R$ 7.081.522,48 em terneiros, R$ 4.649.515,00 em terneiras, R$ 1.812.633,06 em bois, R$ 1.294.630,13 em novilhas, R$ 912 mil em vacas e R$ 67,3 mil em reprodutores. A movimentação em negócios no semestre foi de R$ 15.817.600,67.

Para o presidente da FAESC e o vice-presidente da entidade Nelton Rogério de Souza, o destaque dos resultados do primeiro semestre dos eventos agropecuários no território catarinense é o valor médio do quilograma dos animais vendidos. “Com R$ 4,42 para terneiros, R$ 4,24 para terneiras, R$ 3,98 para novilhas, R$ 3,83 para bois e R$ 3,35 para as vacas”, ressaltou.

Os terneiros foram os animais mais comercializados no semestre, com 7.655 cabeças vendidas. Na sequência figuraram as terneiras (5.587), os bois (1.518), as novilhas (1.246), as vacas (705) e os reprodutores (12). O que totalizou no semestre 16.723 animais comercializados nos eventos agropecuários no Estado.

Com base no valor médio de vendas, os destaques foram os reprodutores com uma rentabilidade de R$ 5.375, na sequência aparecem as vacas com R$ 1.466,11, os bois R$ 1.189,13, as novilhas R$ 1.105,91, os terneiros R$ 906,11 e as terneiras R$ 832,21. As vacas comercializadas tinham peso médio de 445kg, os bois 323kg, as novilhas 284kg, os terneiros 207kg e as terneiras 199kg.

EVENTOS
No período de janeiro a junho deste ano foram realizados aproximadamente 40 eventos, entre feiras, exposições e leilões do setor no território barriga-verde. Os visitantes tiveram excelentes oportunidades para adquirir conhecimento e concretizar negócios. Até o final de 2013 serão promovidos mais de 80 eventos em Santa Catarina.

“A FAESC apoia a realização desses eventos, com o intuito de desenvolver o segmento catarinense e fortalecer a integração do homem rural”, enfatiza o vice-presidente da Federação.

As feiras, exposições e leilões realizados são promovidos pelos Sindicatos dos Produtores Rurais e contam com apoio do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (SENAR), FAESC e de outras entidades ligadas ao setor.
Compartilhar

About Paulo Roberto Melo

0 comentários:

Postar um comentário